O Cachimbo E A Religião -

04 May 2019 18:47
Tags

Back to list of posts

<h1>O Cachimbo E A Religi&atilde;o -</h1>

[[image http://moccursos.com/images/certificado.gif&quot;/&gt;

<p>O Mestrado Profissional em Matem&aacute;tica em Rede Nacional (Profmat), curso semipresencial coordenado na Popula&ccedil;&atilde;o Brasileira de Matem&aacute;tica, est&aacute; com inscri&ccedil;&otilde;es abertas para modo seletivo at&eacute; trinta e um de janeiro. O Profmat &eacute; um curso de p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o stricto sensu para o aprimoramento da forma&ccedil;&atilde;o profissional de professores da educa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica. Curso de oferta nacional, ele &eacute; elaborado por uma rede de organiza&ccedil;&otilde;es de ensino superior e tem como objetivo responder professores de matem&aacute;tica de ensino essencial, com prioridade pros da rede p&uacute;blica. O Mestrado Profissional em Matem&aacute;tica em Rede Nacional &eacute; aprovado na Coordena&ccedil;&atilde;o de Aperfei&ccedil;oamento de Pessoal de N&iacute;vel Superior e est&aacute; introduzido no projeto Universidade Aberta do Brasil, do Minist&eacute;rio da Educa&ccedil;&atilde;o. O curso tem dura&ccedil;&atilde;o de 2 anos, com aulas presenciais e atividades a dist&acirc;ncia. Devido &agrave; abrang&ecirc;ncia nacional do projeto o Profmat envolve 57 institui&ccedil;&otilde;es em vinte e cinco estados.</p>

<p>Comunidades do Orkut ainda eram o lugar de discuss&otilde;es online. 41 delas divulgando as postagens do site e participando de debates, de acordo com a exposi&ccedil;&atilde;o de PowerPoint. A m&iacute;dia social, onde havia outros perfis falsos, segundo os entrevistados, foi extinta em 2014, entretanto a BBC Brasil teve acesso a uma captura de tela do perfil de &quot;Armando&quot;.</p>

<p>Neste momento Quest&otilde;es De Concursos Comentadas Por Professores, Hip&oacute;tese Para Concursos, Provas, Editais, Simulados , ainda de acordo com essa apresenta&ccedil;&atilde;o, o perfil &quot;Seja Argumentada Verdade&quot; tinha 148 amigos em julho daquele ano. A rede desenvolvida na ag&ecirc;ncia tamb&eacute;m tinha uma newsletter chamada &quot;Abrindo bico&quot;, &quot;um informativo com pequenas notas atacando o PSDB&quot;, segundo a exibi&ccedil;&atilde;o, com uma base de 186 1 mil emails. Outra forma de penetra&ccedil;&atilde;o era a constitui&ccedil;&atilde;o de filmes, tamb&eacute;m produzidos pelos funcion&aacute;rios.</p>

<p>15 ainda est&atilde;o acess&iacute;veis no Youtube pela conta &quot;sejadverdade&quot;. O mais visto, com 114 1000 visualiza&ccedil;&otilde;es, tenta desbancar argumentos da campanha de Serra pra eleg&ecirc;-lo presidente. Por email, Nogueira Netto negou que tenha participado do esquema. Marco Aur&eacute;lio Garcia (1941-2017) foi um dos coordenadores do programa de governo da campanha de Dilma &agrave; Presid&ecirc;ncia, e tamb&eacute;m ocupar bem como, na &eacute;poca, o cargo de assessor especial pra Assuntos Internacionais da Presid&ecirc;ncia de Lula.</p>

<p>Nogueira Netto citou que conhece &quot;faz anos&quot; Arantes Cec&iacute;lio e Lincoln de Azevedo, que considera serem &quot;publicit&aacute;rios s&eacute;rios e competentes&quot;. Os dois dizem que s&atilde;o amigos de Nogueira Netto e que frequentam sua moradia. A empresa respons&aacute;vel de forma oficial na por&ccedil;&atilde;o digital da campanha de Dilma em 2010 era a ag&ecirc;ncia Pepper Interativa, de Danielle Fonteles.</p>

<ul>
<li>Chuva atinge caverna pela Tail&acirc;ndia onde equipes lutam por resgate de meninas</li>
<li>dois Engenharia Civil</li>
<li>dois Participa&ccedil;&atilde;o em Programas de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o interunidades</li>
<li>O candidato se submeter&aacute; a pr&eacute;via avalia&ccedil;&atilde;o curricular</li>
<li>28 1 mil estudantes est&atilde;o matriculados em cursos presenciais</li>
<li>16&deg; ESIC (PR) MBA Executivo em Gest&atilde;o de Neg&oacute;cios e Marketing</li>
<li>2008 - Paul Krugman (EUA)</li>
<li>Um ter&ccedil;o do corpo docente trabalha em regime de tempo integral</li>
</ul>

<p>Os entrevistados na BBC Brasil destacam que Fonteles visitou o apartamento onde trabalhavam e estava ciente do uso de perfis falsos que estariam sendo usados na campanha, tendo at&eacute; pedido a senha e o acesso aos usu&aacute;rios. Questionado sobre isto tua rela&ccedil;&atilde;o com Fonteles, Nogueira Netto respondeu, por email: &quot;Fomos divulgados em 2010 e jamais mantivemos rela&ccedil;&otilde;es profissionais ou pessoais&quot;. Procurado durante tr&ecirc;s dias pela reportagem, o advogado que representa Fonteles, Cleber Lopes de Oliveira, falou que n&atilde;o conseguiu expressar com tua consumidor porque ela estava fora do Brasil. Tampouco enviou &agrave; reportagem um contato seu.</p>

<p>O pagamento, de acordo com o relato dos entrevistados, era feito todo m&ecirc;s no apartamento de Engenharia Da Computa&ccedil;&atilde;o Traz O Futuro Ao Cotidiano . Eles eram chamados individualmente a seu escrit&oacute;rio e recebiam o sal&aacute;rio em dinheiro vivo de Arantes Cec&iacute;lio, Lincoln de Azevedo ou Ruy Nogueira Netto, dizem. N&atilde;o Copie Textos De Outros Blogs tr&ecirc;s negam o dado. A BBC Brasil teve acesso a emails trocados entre os ex-funcion&aacute;rios e Gabriel Arantes Cec&iacute;lio, Arnaldo Lincoln de Azevedo e Ruy Nogueira Netto.</p>

<p>Nas mensagens, de 2011, falam a respeito um &quot;recurso de trabalho&quot; em que eles e os entrevistados participaram juntos no ano passado e citam &quot;la&ccedil;os&quot; que os unem. Desenvolver perfis falsos &eacute; um crime no Brasil quando feito para adquirir vantagens ou causar dano a algumas pessoas. Al&eacute;m disso, a legisla&ccedil;&atilde;o eleitoral aprovada no ano anterior pro&iacute;be &quot;a veicula&ccedil;&atilde;o de conte&uacute;dos de cunho eleitoral&quot; por meio de usu&aacute;rios falsos na internet. Entretanto essa regra n&atilde;o existia em 2010. A dissemina&ccedil;&atilde;o de not&iacute;cias falsas, por sua vez, n&atilde;o &eacute; ilegal j&aacute; nem sequer era na &eacute;poca, contudo seu autor podes ser punido se cometer cal&uacute;nia, difama&ccedil;&atilde;o ou inj&uacute;ria contra algu&eacute;m.</p>

<p>BBC Brasil. A constru&ccedil;&atilde;o de perfis falsos, conta outro, veio de modo natural, como forma de divulgar o site, sem muita reflex&atilde;o. Questionado sobre o que faziam, respondeu: &quot;N&atilde;o tenho conhecimento superior de que forma atuavam&quot;. Afirmou que Gabriel Arantes Cec&iacute;lio e Arnaldo Lincoln de Azevedo s&atilde;o &quot;publicit&aacute;rios s&eacute;rios e competentes, aos quais conhe&ccedil;o faz anos&quot;. Sobre a realiza&ccedil;&atilde;o de posts para o web site &quot;Seja Falada Verdade&quot; e a constru&ccedil;&atilde;o de perfis falsos, respondeu: &quot;Esclare&ccedil;o: a campanha de Dilma Rousseff foi feita pelas empresas do ga&uacute;cho Marcelo Branco e a brasiliense Pepper&quot;. Ponderou bem como: &quot;N&atilde;o poderia trabalhar na campanha de uma pessoa por quem n&atilde;o sinto o menor apre&ccedil;o pessoal, de forma p&uacute;blica e conhecida&quot;.</p>

<p>Argumentou que o pagamento em dinheiro resido em seu apartamento a pessoas em 2010 &eacute; uma &quot;informa&ccedil;&atilde;o inver&iacute;dica&quot;, do mesmo jeito a argumenta&ccedil;&atilde;o de que teriam recebido computadores e celulares para fazer o trabalho. Ponderou, a respeito de Danielle Fonteles, da Ag&ecirc;ncia Pepper: &quot;Fomos divulgados em 2010 e jamais mantivemos rela&ccedil;&otilde;es profissionais ou pessoais&quot;. Questionado a respeito tua liga&ccedil;&atilde;o com Del&uacute;bio Soares, ex-tesoureiro do PT, e com o advogado e ex-deputado petista Luiz Eduardo Greenhalg, disse que Del&uacute;bio &eacute; seu &quot;velho conhecido&quot; e que Greenhalgh &eacute; teu &quot;comparsa pessoal de d&eacute;cadas&quot;. A empresa n&atilde;o quis responder. Qual &eacute; a diferen&ccedil;a das cole&ccedil;&otilde;es da alta-costura e ready-to-wear? Quais as marcas que desfilam pra alta-costura? Como &eacute; o calend&aacute;rio da moda? LilianExplica pra… bom, esclarecer tudo isto! Qualquer indecis&atilde;o &eacute; s&oacute; perguntar nos coment&aacute;rios. E agora se inscreve no nosso canal pra n&atilde;o perder o que vem por a&iacute;!</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License